ARTISTAS

BrassUka

BRASSUKA

Pedro Santos, trompete
Moisés Américo, trompete
Eder Tavares, trompa
Tiago Azevedo de Araújo, trombone
Marcos Tutela, tuba

O BrassUka apresenta a versatilidade dos seus instrumentos, a qualidade musical e o impacto sonoro com muita sutileza, irreverência e diversão, levando esta formação camerística para diferentes plateias.
Desde a sua formação, o BrassUka já realizou mais de 100 concertos no Brasil e na Argentina.
O repertório contém obras que abrangem todos os períodos da música ocidental, desde músicas tradicionais de diversas culturas até compositores contemporâneos.
Em 2016 foi convidado pelo Selo SESC para gravar um DVD contando a história dos metais. 

Horário: 11h30
Local: Largo da Batata
Endereço: Rua Fernão Dias – Pinheiros 


DEDO DE MOÇA


Ana Claudia, cavaquinho
Lourdes Carvalho, violoncelo e flauta
Cintia Zanco, arranjos, violino
Rosana Bergamasco, arranjos e violão 07 cordas 

Da união de quatro experientes instrumentistas mulheres com vasta atuação em universos distintos da cena musical, nasceu o grupo Dedo de Moça. A troca de conhecimentos e vivências de cada uma, a fim de construir um discurso musical rico e integrado tem sido o mote do grupo em seu percurso.
Desde 2013 o Grupo vem se dedicando a apresentar releituras para clássicos do samba e do choro numa formação inusitada e camerística, contando com instrumentos poucas vezes presentes e combinados nesse tipo de repertório, como o violino e o violoncelo, juntamente com os tradicionais cavaquinho, flauta e violão 7 cordas.
O Dedo de Moça surgiu do encontro de musicistas com diferentes experiências musicais, o que propicia uma musicalidade especial, as linguagens específicas acumuladas na trajetória profissional de cada uma, dão um tom refinado para essa inusitada combinação sonora <br>

Horário: 11h00
Local: SESC Pinheiros
Endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros

Dedo de Moça
Família B

FAMÍLIA B

Bianca Jhordão, voz e violão
Rodrigo Brandão, voz e violão
Theo Brandão, voz


Fãs do THE BEATLES, Bianca Jhordão e Rodrigo Brandão (da banda LEELA) criaram a paródia SUBMARINO AMARELO, e hoje, acompanhados do filho de 7 anos, Theo Brandão, formam a FAMÍLIA B e apresentam canções da animação com vozes, violões e programações eletrônicas para recontar e encenar a fábula musical.
Contam ainda com a ajuda de objetos que, de forma lúdica, usam para inspirar a imaginação dos pequenos.
De maneira divertida e muito musical, Bianca, Rodrigo e Theo traduzem para o português cenas e falas da fábula e interagem com o público cantando e contando sobre relações de amizade, alegria, gentileza, enquanto inserem e ensinam aos pequenos, de forma muito sutil, expressões e palavras simples do idioma inglês, como “Good Morning” (Bom Dia) , “All together now” (Todos juntos agora), entre outras.

Horário: 11h45
Local: Parque do Povo Mário Pimenta Camargo
Endereço: Av. Henrique Chama, 5502 / Rua São Marum  Ponto 1- Itaim Bibi

GROOVE GUYS


Marcos Scheffel, violino
Ricardo Takahashi, violino
Daniel Pires, viola
Renato de Sá, violoncelo

Tão vital e espontâneo quanto a própria amizade, o Groove Guys nasce da afinidade musical e do desejo de fazer um som diferenciado, de alta qualidade, gostoso de ouvir, tocar e dançar.
Com sólida formação erudita, seus integrantes usam a técnica aprendida na música clássica para desenvolver uma nova maneira de tocar, com um repertório repleto de hits que marcaram época e canções que estão nas paradas de sucesso.
O grupo também se empenhou em encontrar um nome que expressasse essa identidade. Groove remete à ranhura, sulcos no vinil e um tipo muito particular de técnica de arco percutido, batido, arranhado.
Seja Bach ou Stevie Wonder, o Groove sempre esteve, o Groove sempre estará! Deixe a batida te levar. Sinta o Groove!
 
Horário: 12h00
Local: Veló 48 - Bikes & Coffee
Endereço: Rua Amauri, 311 – Itaim

Groove Guys
Luciano Sallun duo

LUCIANO SALLUN DUO

Luciano Sallun, sitar, oud e saz
Ricardo Mingardi, tabla

Luciano Sallun, formado em musicoterapia, dedica-se ao estudo etnomusicológico na World Music, com enfoque na música indiana, árabe, turca e cigana, junto a cultura brasileira e vertentes ocidentais contemporâneas. Estudou música na Índia, Marrocos e Turquia e faz também dj set, trilhas e produções eletrônicas chillout.
O show possui temas e melodias que levam a uma viagem pela música oriental com brasilidade em uma atmosfera meditativa, utilizando o SITAR que é um instrumento indiano milenar, além de outros instrumentos étnicos de várias culturas orientais como oud e saz, acompanhado pela TABLA.

Horário: 9h30
Local: Teatro Décio / Centro Cultural da diversidade
Endereço: Rua Lopes Neto, 206 - Itaim

POIN - PEQUENA ORQUESTRA INTERATIVA & CIRCO

Gustavo Finkler, concepção, direção musical, composições e arranjos
Renata Mattar, sanfona e voz
Gustavo Finkler, violão e voz
Micaela Nassif, violino
Mateus Mapa, flauta e flautim
Renato Farias, sousafone
Nina Blauth, percussão  
Gustavo Souza, percussão
Renata Mattar, figurinos

A POIN, pequena orquestra interativa que estimula a participação do público em cada número musical, vem percorrendo teatros, ruas, praças e parques, levando a sua música contagiante às mais diferentes plateias.
Nas apresentações realizadas pela POIN a acolhida do público é enorme. As pessoas se divertem muito nas brincadeiras propostas pelos músicos, que exploram ritmo, afinação, coordenação motora e memória. A interação entre a banda e o público faz de cada apresentação uma experiência única.
Com o intuito de ampliar o alcance do seu trabalho e promover diálogos entre diferentes artes, o grupo desenvolveu o projeto POIN & CIRCO com a participação de grupos circenses.

CIA SUNO
Helena Figueira
Duda Becker

A Cia Suno foi fundada em 1998, na cidade de Santos / SP e é formada por Helena Figueira e Duda Becker, uma dupla que agrega parceiros com ênfase nas linguagens do palhaço, da mímica, do teatro físico e da dança.
Helena Figueira de Moura Ramos, é formada em circo pela École National du Cirque Annie Fratelini, em Paris. Fez cursos na França, Inglaterra, Itália, Suíça e Estados Unidos.
Eduardo Russo-Becker, ou simplesmente Duba Becker, é malabarista, acrobata e palhaço. Já se apresentou em diversos países, entre eles Alemanha e Argentina. 

Horário: 11h00
Local: Parque do Povo Mário Pimenta Camargo
Endereço: Av. Henrique Chama, 5502 / Rua São Marum
Ponto 3 -
 Itaim Bibi

Poin & Cia Suno
Quarteto Arcos

QUARTETO ARCOS

Edgar Leite, violino
Hiran Menezes, violino
Palloma Izidio, viola
Marcos Mota, violoncelo

Quarteto Arcos é um jovem grupo formado por músicos que atuam como cameristas, professores e integram as orquestras Sinfônica Municipal de São Paulo e Sinfônica Heliópolis, se apresentando nas principais salas de concerto do Brasil sob a batuta dos mais importantes maestros brasileiros como Isaac Karabtchevsky, Roberto Minczuk e Edilson Ventureli.
Atualmente são professores do Instituto Baccarelli, lecionando a mais de 10 anos na instituição.
Foram alunos em seus instrumentos de grandes mestres da música nacional e internacional. 

Horário: 9h30
Local: Instituto Tomie Ohtake
Endereço: Rua Coropé, 88  - Pinheiros

QUARTETO REAL KIDS

Graziela Fortunato, violino
Thais Moura, violino
Eduardo Cordeiro, viola
Mayara Alencar, violoncelo

Está no circuito musical há mais de 6 anos.
Participou de vários eventos e shows como a inauguração da montadora Hyundai no Brasil. Acompanhou a cantora Sarah Brightman em sua visita ao Brasil, entre tantos outros eventos.
O Quarteto Real é composto por 4 renomados músicos profissionais do meio musical paulista, integrantes da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo e Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.
Seu repertório abrange a música popular brasileira, os grandes mestres da música clássica como Mozart, Beethoven, Tchaikovsky chegando ao repertório musical infantil.

Horário: 10h00
Local: Parque do Povo Mário Pimenta Camargo  
Endereço:Av. Henrique Chama, 5502 /
Rua São Marum
Ponto 1 - Itaim Bibi

Quarteto Real Kids
Quinta Essentia

QUINTA ESSENTIA

Gustavo de Francisco, flauta doce
Renata Pereira, flauta doce
Pedro Ribeirão, flauta doce
Francielle Paixão, flauta doce

Em pouco mais de uma década de trabalho, tornou-se um dos principais grupos de música de câmara do Brasil e um dos poucos no mundo a divulgar a flauta doce em diferentes universos musicais.
Com consolidada carreira internacional, com concertos em diferentes países (Itália, França, Alemanha, Portugal, China, Namíbia, Bolívia, Austrália e Estados Unidos), seu trabalho o levou a ganhar diversos prêmios e a lançar música barroca alemã para flautas por um selo alemão, ARS Produktion, em 2017.
Sua performance virtuosa, torna a experiência da música de câmara mais próxima do público atual. Tornando um instrumento musical tão antigo quanto a flauta doce, um objeto querido da plateia.

Horário: 12h00
Local: Instituto Tomie Ohtake
Endereço: Rua Coropé, 88 - Pinheiros

QUINTAL DE FULÔ

Gabriela Machado, flauta
Camila Inocencio Silva, cavaquinho
Ana Rodrigues, acordeon
Cássia Maria, percussão

Quintal é assim, abertura para o mundo, pros sabores e odores, pras cores e fulôres!!
Quintal de Fulô é bem brasileiro, fruto do encontro de quatro instrumentistas atuantes da cena paulistana. Cada qual com suas raízes misturam-se nesse ambiente para criar uma nova paisagem.
Flauta, cavaquinho, piano/sanfona e percussão se entrelaçam em choro, baião, valsa, samba, maxixe e o que mais vier... tudo floresce em arranjos originais.
Assim é Quintal de Fulô espaço aberto e criativo onde o público é convidado a desfrutar!!! 

Horário: 10h30
Local: Museu da Casa Brasileira (MCB)
Endereço: Av. Brig. Faria Lima, 2705 - Jardim Paulistano

Quintal de Fulô
Teko Porã

QUINTETO NOVOS VENTOS

Marco André dos Santos, flauta
Alexandre Bocallari, oboé
Rafael Schimidt, clarinete
Sandra Ribeiro, fagote
Rafael Nascimento, trompa

Criado com o objetivo de disseminar a Música para Quinteto de Sopros, buscando um repertório voltado a todos os públicos.
Todos os membros do grupo estudaram no exterior e ao retornarem ao Brasil, integraram a orquestra do Theatro São Pedro.
O grupo surgiu dos encontros informais de colegas de trabalho que possuíam o desejo de contar e compartilhar suas experiências. Fruto desses encontros, surge em 2015 o Quinteto Novos Ventos.
O grupo tem se apresentado em São Paulo capital e no interior/

Horário: 10h30
Local: Galeria Marília Razuk
Endereço: Rua Jerônimo da Veiga, 131 - Itaim Bibi

QUINTETO VENTO TROPICAL

Paula Manso, flauta
Gizele Sales, oboé
Eduardo Napolitano, clarinete
José Eduardo Flores, fagote
Francisco Duarte, trompa

Formado por músicos da Orquestra Sinfônica da USP, o grupo tem como finalidade divulgar o repertório camerístico para esta formação e desenvolver projetos didáticos.
Interpreta um repertório variado, dando ênfase a sonoridade peculiar de cada instrumento.

Horário: 10h00
Local: Praça Victor Civita
Endereço: Rua Sumidouro, 580 – Pinheiros

Quinteto Vento Tropical
SaxBrasil

SAX BRASIL

Rafael Migliani, saxofone soprano
Maikel Morelli, saxofone alto
Jonathas Cordeiro, saxofone tenor
Giancarlo Medeiros, saxofone barítono

SaxBrasil busca difundir o saxofone clássico e a música brasileira através da pesquisa, da encomenda de novas obras, da realização de transcrições de obras de compositores brasileiros, da interpretação do repertório tradicional e da integração cultural e musical dos países da América Latina.
Tem atuado como solista frente a importantes grupos do Estado de São Paulo. O grupo tem apresentado recitais em diversas cidades, direcionando o seu trabalho para a formação de platéia através da interpretação repertórios acessíveis e cativantes, sempre mantendo um alto nível técnico e musical e participado de importantes encontros de saxofonistas no Brasil e também no exterior.

Horário: 10h00
Local: Parque Povo - Mário Pimenta Camargo
Endereço: Av. Henrique Chamma, 5502 - Itaim Bibi

SOPRA TRIO

Karina Ando, oboé
Isabel de Latorre, clarinete
Nara Martins Flores, fagote

O trio formado apenas por mulheres, possui compromisso com a qualidade, refinamento e liberdade musical, sem perder a graciosidade das instrumentistas.
O trio mostra um repertório eclético com obras de grandes compositores da música popular brasileira e clássicos da música erudita.
O Grupo tem se apresentado em diversas salas de concertos na capital paulista e também no interior do estado e por 4 anos desenvolveu nas escolas públicas o projeto no “Tom da Brincadeira” com patrocínio da Funarte.

Horário: 10h30
Local: Parque do Povo Mário Pimenta Camargo
Endereço: Av. Henrique Chama, 5502 /
Rua São Marum  Ponto 2 - Itaim Bibi

SoPra Trio
Sujeito a Guincho

Sujeito a Guincho

Edmilson Nery, clarinete
Daniel Oliveira, clarinete
Alexandre Ribeiro, clarinete
Nivaldo Orsi, clarone
Luis Montanha, clarone

Riqueza de timbres, expressividade e versatilidade, são as características mais marcantes do quinteto de clarinetes Sujeito a Guincho, que tem se apresentado nas mais importantes salas de concerto do Brasil.
Venceu o VIII Prêmio Eldorado de Música em 1995 e tem dois Cds gravados. O primeiro, recebeu o Prêmio Sharp em 1996 na categoria de melhor Grupo Instrumental.
O quinteto já se apresentou nos encontros mundiais de clarinetistes no Texas, Columbus e New Orleans com grande sucesso do público e crítica, em Moscou no Conservatório Tchaikovsky e tem participado de shows e cds com Monica Salmaso no Brasil e EUA e ainda com Antônio Nóbrega, Léa Freire e Ricardo Teperman/Danilo Moraes.
O grupo é frequentemente convidado a realizar concertos em Embaixadas do Brasil e em Festivais de Música no Brasil e no exterior.

Horário: 11h30
Local: Fundação Ema Klabin
Endereço: Rua Portugal, 43 - Jardim Europa

Teko Porã

TEKO PORÃ

Kinda Assis, viola
Bia Rezende, voz/percussão
Caio Gregory, bandolim
Pablo Nomás, violão
Israel Marinho, violoncelo
Thais Vieira, percussão

Teko Porã é um termo em Guarani que significa o "belo caminho", ou o "bem viver". Caracteriza a filosofia, cosmogonia e espiritualidade refletida na sabedoria popular de povos originários das Américas, conhecidos hoje como indígenas.
O grupo é formado por músicos de rua que há 5 anos tocam nos corredores e vagões do metrô de São Paulo, buscando levar o espírito Teko Porã as pessoas comuns que estão voltando do trabalho, idosos, imigrantes e crianças.
Com influências da canção brasileira, do folk e do rock, o grupo tem como foco o repertório autoral de músicas instrumentais e canções, mas faz também releituras.
A banda carrega uma mistura étnica com letras em guarani, ritmos africanos e instrumental cigano.

Horário: 10h00
Local: Casa Bandeirista 
Endereço: Rua Iguatemi, 47 - Itaim Bibi

TRIO URUTAU

Alexandre Silvério, fagote
Daniel Grajew, acordeon
Igor Pimenta, contrabaixo

O Trio Urutau, assim como o Urutau, ave rara de hábito noturno, canto grave e belo, busca uma sonoridade particular e surpreendente para suas composições e arranjos. O objetivo do Trio é explorar as fronteiras de uma excêntrica formação, somando três instrumentos que raramente se encontram: o fagote, o acordeon e o contrabaixo acústico. Transitando por compositores de épocas muito distintas com Bach e John Coltrane, o trio propõe conectar estas fronteiras com arranjos originais elaborados pelos membros do grupo para esta formação, trazendo um novo ponto de vista para as composições e um ponto de partida para exploração desta instrumentação.

Horário: 10h30
Local: Aro 27 Bike Café
Endereço: Rua Eugênio de Medeiros, 445 – Pinheiros

Trio Urutau
Operilda na Orquestra Amazônica

Trio Titanium 

Ney Aguiar, violino
Keder Cândido, viola
Júlio Pelloso, violoncelo 
Ramilson Maia, dj

O Trio Titanium nasce para revolucionar a música, misturando o clássico e a pop music, usando de muita criatividade. Violino, Viola e Violoncelo são tocados com grande desenvoltura no palco levando o público a não ouvir apenas, mas também dançar e se divertir.
Juntamente com o DJ Ramilson Maia desenvolvem um repertório com música eletrônica, para agitar ainda mais os shows, tocando os hits de David Getta, Calvin Harris, Avicce e também alguns hits brasileiros.
O trio recebeu o Prêmio Absollut Top Destaque Nacional, da revista Absollut, como reconhecimento do trabalho arrojado e inovador realizado.
O grupo tem se apresentado em diversos estados brasileiros e em outros países como Uruguai, Argentina, Emirados Árabes, Itália, Alemanha, EUA.
O Trio também cumpre seu papel social com apresentações gratuitas para crianças no Hospital Boldrini em Campinas, para idosos na Sociedade Beneficente Alemã e para as crianças especiais da entidade Nova 4E. 

Horário: 12h00
Local: Casa Bandeirista
Endereço: Rua Iguatemi, 47 - Itaim Bibi

Monitores artísticos

Alexandre Ficarelli

Alexandre Ficarelli

Roteiro 3 : Pátio Victor Malzoni / Casa Bandeirista

Bacharel e mestre em música / oboé pela Escola Superior de Música de Stuttgart – Alemanha. Mestre também pela USP no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes.
Dedica-se a explorar o repertório brasileiro para oboé e realizou diversas estreias de compositores brasileiros, inclusive no exterior. Como membro fundador da Camerata Aberta, grupo dedicado a música contemporânea, e premiado pela APCA e Revista Bravo, realizou turnê pela Bélgica e Holanda.
Atuou como solista com a OSESP, OSM, OSUSP, OSPA, OSSA entre outras.
É oboísta solista da Orquestra Sinfônica Municipal do Theatro Municipal de São Paulo e professor na USP no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes.

David Misiuk

Roteiro 1 : Pátio Victor Malzoni / Casa Bandeirista 

Iniciou seus estudos de trompa na Escola Municipal de Música de São Paulo, sob orientação do Professor Enzo Pedini.
Bacharel pela Faculdade Mozarteum de São Paulo, com especialização em instrumento (trompa), sob orientação de Ozéas Arantes.
Foi trompista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Orquestra Experimental de Repertório, Orquestra Sinfônica de Santo André, Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica de Sorocaba e Quinteto Metal Nobre.
Foi professor de trompa nos Festivais de Verão de Campos dos Goytacazes, Internacional de Itú e de Fortaleza.
É trompista da Orquestra de Sopros Brasileira, Projeto Villa das Crianças e Quinteto Sombrass.

David Misiuk
Fabrícia de Medeiros

Fabrícia de medeiros

Roteiro 4: CicloKids Musical

Bacharel em Clarinete pela Faculdade Mozarteum, estuda regência e cursa Psicobiologia na área de cognição e memória - UNIFESP. Participou de cursos da filosofia Suzuki e Dalcroze.
Fez intercâmbio com a escola SAGE Gateshead na Inglaterra, ministrando aulas e fazendo cursos com professores do SAGE.
É professora de clarinete, teoria musical, pratica de banda, monitora do naipe de madeiras da Orquestra Sinfônica Infanto Juvenil do programa Guri Santa Marcelina.
É membro do Quarteto de Clarinetes 4º Elemento.

Pedro Florence

Roteiro 2: Instituto Tomie Ohtake

Toca violino e viola há mais de 15 anos.
Teve aulas com Elisa Fukuda, Marcia Fukuda, Silvio Catto e Peter Pas. Como violista, tocou por 4 anos na Orquestra Experimental de Repertório do Theatro Municipal de São Paulo, sob a regência do maestro Jamil Maluf.
Filho de músicos, seu pai era maestro e sua mãe toca flauta transversal, Pedro também toca em grupos de choro, música popular brasileira e folk music.
Além de ter a música viva em sua vida, é formado em Relações Internacionais e tem grande interesse em política e negócios.

Pedro Florence